Municípios

 
Canyon Índios Coroados
A trilha inicia-se próximo a estrada, caminhamos uns 20 minutos pelo campo, quando chegamos próximo a borda, conseguimos visualizar a magnitude desse pequeno canyon, localizado no Parque Nacional da Serra Geral.Também visualizamos grande parte do litoral e as belas cachoeiras dos Índios Coroados.
Horário de funcionamento: Aberto das 8:00 ás 16:00 horas.
Valor da entrada: Não cobra entrada.
E-mail: turismo@praiagrande.sc.gov.br
Site: www.praiagrande.sc.gov.br
 
Canyon Itaimbezinho
O Cânion do Itaimbezinho é o mais famoso do parque Aparados da Serra e também um dos maiores do Brasil. Sua extensão chega a 5.800 metros e sua largura máxima alcança os 2000 metros.As paredes rochosas têm uma altura máxima de 720 metros e são cobertas por uma vegetação baixa e pinheiros nativos. Para quem nunca esteve à beira de um cânion, a sensação é realmente indescritível. São formações rochosas de pelo menos 130 milhões de anos, que parecem ter sido 'aparadas' de maneira minuciosa. O nome do cânion vem do Tupi-Guarani: Ita significa pedra e Aí`bé significa afiado. Horário de funcionamento: Aberto de quarta-feira à domingo das 09:00 às 16:00 horas Valor da entrada: Entrada do Parque 6,00 reais por pessoa. Estacionamento 5,00 reais por automóvel. E-mail: parnaaparadosdaserra@icmbio.gov.br
 
Canyon Malacara
A Trilha do Canyon Malacara (entrada na fenda). Esta trilha fica no interior do Canyon Malacara, Parque Nacional da Serra Geral. A trilha inicia próximo do Hotel Pedra Afiada, na localidade de Vila Rosa. O destaque principal é a vista das paredes do canyon e a observação de várias espécies da fauna como tucanos, sabiás, pica-paus, etc. Observa-se também a transição da Mata Atlântica e da Mata Nebular. É uma trilha de médio a alto grau de dificuldade. Vai depender muito das condições físicas do visitante, de sua habilidade de caminhar sobre as pedras e da distância a ser percorrida. A duração do passeio é de 3 a 4 horas, incluída a volta e as paradas para observação.
Horário de funcionamento: Todos os dias da semana, das 8:00 às 17:00 horas. Obs: Em dias de muita chuva é proibida a entrada.
Valor da entrada: Não cobra a entrada, mas para percorrer a trilha é necessário apresença de um condutor de ecoturismo local.(credenciado pelo Parque Nacional)
E-mail: turismo@praiagrande.sc.gov.br
 
Cascata Magia das Águas
A trilha inicia na pousada Magia das Águas, seguindo tranqüila por entre os bananais. A hidromassagem natural da Carlota é onde começa o riozinho, em uma pequena cascata com uma banheira natural imperceptível aos olhos dos apressados.Logo após há uma grutinha religiosa, e a primeira piscina natural sob a ponte. Daí para a frente encontram-se inúmeros atrativos e recantos belíssimos até culminar na cascata mágica, com 40 m de altura. Todo o percurso é repleto de belezas naturais muito relaxantes devido ao sussurro das águas e a beleza das plantas acompanhados da sinfonia dos pássaros. Horário de funcionamento: Aberto todos os dias da semana. Passeio de aprox. 1h, nível fácil. Valor da entrada: Cobra uma taxa para entrar, e exige a presença de guia. 
 
Morro dos Cabritos
Localizado ao lado da Serra do Faxinal, a Trilha do Morro dos Cabritos, tem um visual de 360° onde conseguimos ver o vale do Rio do Boi, Vale da Pedra Branca, a cidade de Torres e parte da Planície litorânea do extremo sul de Santa Catarina.
Horário de funcionamento: Aberto todos os dias.
Valor da entrada: Não cobra entrada.
E-mail: turismo@praiagrande.sc.gov.br
Site: www.praiagrande.sc.gov.br
 
Panorâmica
MALACARA, INDIOS COROADOS E CHURRIADO: Neste passeio, tem-se a visão panorâmica das escarpas da serra, das entradas e dos paredões gigantescos destes canyons que formam uma moldura da cidade de Praia Grande.
 
Trilha do Rio do Boi (interior Canyon Itaimbezinho)
Esta trilha fica no Canyon Itaimbezinho, no Parque Nacional Aparados da Serra. A caminhada é feita dentro da fenda do Itaimbé e no leito do Rio do Boi.
Na trilha pode-se observar a transição da Mata Atlântica e Nebular em seus vários estágio de regeneração. A vegetação escarpada e de pequeno porte.
É um passeio muito apreciado e considerado emocionante pelos nativos e visitantes.

Destaque:
A trilha do Rio do Boi é uma das poucas trilhas abertas oficialmente no Parque Nacional Aparados da Serra. Além dela estão abertas também a Trilha do Vértice e a do Cotovelo.
É indiscutivelmente uma das mais belas caminhadas realizadas neste Parque em razão de sua inconfundível e peculiar paisagem. É uma trilha impressionante onde são destaques a riqueza da fauna e da flora e de sua fascinante geologia. Pode-se ainda apreciar o despencar das cachoeiras e suas piscinas de águas límpidas e naturais.

Percurso:
A trilha inicia no Posto de Fiscalização (a 12 Km do centro) e pode ser percorrida até a Cachoeira Grande. O percurso de ida e volta é de 8.343,10 metros.

Dificuldade:
A trilha é considerada de alto grau de dificuldade. A maior parte da caminhada é feita nas pedras que margeiam o rio e cobrem seu leito. Há ainda necessidade constante de atravessar o rio e em alguns pontos a profundidade de água chega a altura dos joelhos. Estas condições exigem certa mobilidade física e condições de adaptação as prováveis dificuldades encontradas pelo visitante referente a estes aspectos.

Tempo de Caminhada
O tempo de caminhada varia de 5 horas a 8 horas. Neste tempo estão contadas as paradas para banho e observação e a caminhada de volta.

Capacidade de carga
A capacidade de carga desta trilha é de até 12 pessoas, mais o guia
 
Vale da Pedra Branca
A Pedra Branca é um morro com predominância da rocha basáltica de cor branca em função da presença de liquens, que se destaca embelezando a paisagem. A trilha inicia na comunidade de São Roque, reconhecida como remanescente quilombola. Com uma altitude de 846 m em relação ao nível do mar, proporciona um belíssimo visual dos canyons Josafaz, Faxinalzinho e São Gorgonho. O encontro dos arroios que percorrem esses três canyons formam na comunidade de São Roque o Rio Mampituba que divide SC e RS. A trilha constitui-se em uma subida íngreme, considerada de alto grau de dificuldade e, à medida que se vai vencendo o percurso, surge mirantes que possibilitam visualizar o vale formado pelo rio Mampituba e as encostas verdes cobertas pela Mata Atlântica em grande parte localizada dentro dos Parques Nacionais Aparados da Serra e Serra Geral. O rio Mampituba apresenta diversas piscinas naturais, possibilitando no retorno da trilha diversos banhos de rio em águas cristalinas.

O tempo de caminhada aproxima-se de 3 a 4 horas
Copyright © Caminho dos Canyons - Todos os direitos reservados
Telefone: (48) 3521-8000 - E-mail: turismo@caminhodoscanyons.tur.br

Desenvolvido por:
Zaib Tecnologia